Saturday, June 11, 2005

Hoy por ti... mañana por mi!!!

E se de um dia para o outro, te puxassem o tapete, e quando olhasses para baixo só visses o vazio?
E se nesse preciso momento nenhuma mão amiga estivesse cerca de ti para te agarrar...
Toda a sorte parece abandonar-te... e quando pensas na irreversibilidade da queda como uma hipótese cada vez mais presente, quando olhas para ti mesmo e te vês sito num ponto sem retorno... a tal mão surge de onde menos esperas... agarra-te, abraça-te, restitui-te fé, confiança, esperança... alguem que não Deus, mas com uma bondade tal que chega a roçar o divino...
Muitas almas conheci ao longo dos meus anos, mas nenhuma me tocou mais profundamente, me marcou mais que o mais quente dos ferros em braza, me fez sentir uma gratidão tal, que aquela mão desconhecida.
Sei que por mais minutos que passem, por mais situações faceis ou dificeis que o meu destino me imponha, a minha gratidão será inabalável, a minha divida eterna e o meu amor fraternal um acto tão puro e natural como se tivessemos vindo do mesmo ventre.
Há cinco anos, quando me puxaram o tapete, recebi apoio de um desconhecido.
Sem me conhecer deu-me abrigo debaixo do seu tecto. Deu-me comida da sua mesa...
A única factura que me passou, foi a obrigação de o ver desde essa época como mais do que um amigo. De acreditar que mesmo no mais negro dos túneis, a luz pode vir de onde menos esperas para te devolver ao caminho que deixaste...
Mas acima de tudo, deixou-me um pensamento... "Hoy por ti... mañana por mi!".
No dia que ele me chamar... eu serei a sua luz... eu retribuirei tudo o que me ensinou... a própria vida daria por ele, porque se não o fizesse, essa vida deixaria de ter significado.

Este va a por ti mi hermano Pablo.

Monday, June 06, 2005

um mísero grão de areia....

... era isso que deveria ter sido. Noutra vida, noutra realidade!!

Nesse mundo utópico, repousavas o corpo em mim, contemplando o mar... e quando te erguesses e caminhasses, resvalaria por todas as curvas do teu corpo como se numa louca montanha russa navegasse.

... um grão de areia que levado dos braços da sua mãe duna, se transformaria como por magia num espelho.

Quando tu o vislumbrasses, perceberias a beleza que hoje, sendo somente um homem, os meus olhos refletem quando estão diante de ti... baços, para de ti ocultar o segredo, para que não tenhas a real percepção de como eles apreciam reflectir a imagem da tua figura.

Mas se um dia deixares de olhar para o espelho... que ele se rompa numa infinidade de pedaços... e a tua imagem presa nos olhos dos gãos de areia perdure para a eternidade, longe de outros olhares, outros reflexos que não o teu!


Monday, February 14, 2005

"Cuida-te quando fazes chorar uma mulher...

"Cuida-te quando fazes chorar uma mulher, pois Deus conta as suas lágrimas. A mulher foi feita da costela do homem, não dos pés para ser espezinhada, nem da cabeça para ser superior, mas sim do lado para ser igual....debaixo do braço para ser protegida e do lado do coração para ser amada".

O talmud é realmente um poço de sabedoria...... mas desfazado dos nossos tempos!
É realmente uma frase bonita essa de não fazer chorar uma mulher, não a magoar... e seria perfeita não fosse o facto de na realidade as mulheres darem quase sempre mais valor e se interessarem mais pelos homens que as maltratam do que por aqueles q as veneram!!!
Uns são amigos.... outros são amantes!!! De que lado acham que um homem prefere estar?
E podem vir com a conversa habitual do: "Eu não sou assim..." mas se pensarem, seguramente que os homens por quem mais lutaram foram aqueles que pior as trataram... e os que melhor as trataram..... foram aqueles que pior trataram!!!
Fala a experiência de quem já esteve dos dois lados e sabe bem qual lhe trouxe menos sofrimento!!
Sou frio? Talvez!! Mas acima de tudo, sou realista!!

O talmud é um livro sagrado escrito por santos homens, em tempos longinquos... nós somos tão somente uns míseros pecadores!

Thursday, December 23, 2004

Mais um Natal...

Quando somos novos, muitoooo novos, pensamos que a a nossa vida é eterna, que nada de mal nos afectará... que vamos viver para sempre!
Cometemos exessos próprios da irreverência da idade sem pensarmos duas vezes, sem pensarmos no risco, porque para nós ele não existe, ou, pelo menos, não lhe damos a importancia que ele tem.
Depois, bem, depois os anos vão passando e apercebemos-nos que se calhar não é bem assim.
Apercebemos-nos o quão frágil somos, o quão frágil são todos os que nos rodeiam... nada é eterno e por muito que nos custe, um dia, a ceifeira encontra a nossa porta.
Quando isso acontece a nossa vida ganha uma nova dimensão... os nossos natais deixam de ter a magia e o encanto de outrora, simplesmente porque sabemos que aqueles que amamos não vão estar lá...
Não me apetece esticar muito este texto, também porque me é complicado falar/escrever sobre este tema...
Mais um natal... Sinto muito, e cada vez mais a tua falta, o teu apoio, o teu amor...
É dificil aceitar que não me vais poder acompanhar nos bons e maus momentos que se avizinham, que não vou poder dar-te motivos de orgulho por me teres criado, que não vou poder apoiar-te quando necessitares...
Mais um natal sem ti, e é triste pensar que, no dia que me viste nascer não vais estar cá...
Estejas onde estiveres quero que saibas que foste a melhor mãe do mundo!

Amo-te.

Monday, December 13, 2004

A Terra hoje tremeu!!!!

É verdade, 5.4 na Escala de Richter e o seu epicentro foi localizado no mar, a sudoeste do Cabo de São Vicente... mas não é isso que me tráz aqui hoje. Não é isso que me acelera as batidas cardíacas a um nível incomensuravel!
Mais do que um terramoto, é a amizade, o carinho, o amor fraternal que me conduz a estas linhas, a este estado de exitação!!! Uma verdadeira "tusa psicológica". O PD vai ser pai!!!!!!
Conhecemos-nos à uma vida atrás, muito jovens, rebeldes, cheios de sonhos... cimentamos a nossa amizade em grandes valores (alcoól, jantaradas, ferias, saídas, uns charritos aqui e ali...). Passamos juntos momentos dificeis e faceis, maus e bons momentos... no limiar da fronteira juventude/idade adulta demos o salto juntos...
Afastamos-nos algumas vezes, assim é a vida, mas sempre mantivemos este enorme sentimento um pelo outro. Falo pelos dois... se não sentes o mesmo F.U. (fuck you). E hoje, nesta merda de mês natalicio em que nos fingimos interessar pelas vidas uns dos outros, em que buscamos as prendas mais baratas e nos ofendemos se as que recebemos forem identicas, em que está um frio como há muito não recordo, em que a terra tremeu... sinto uma enorme vontade de soltar uma lagrima de alegria por este momento lindo na vida de um dos meus melhores amigos de sempre, independentemente das milhares de vidas que possa ter vivido ou que tenha por viver!!
A ideia deste blog não era ser tão sério... masssss tinha de deixar para a posterioridade uma recordação deste momento, uma recordação de alegria... Independentemente se for menino ou menina, não tenho a minima dúvida que vai ter o melhor pai do mundo! Um ultimo pensamento para o PD... sabes que nesta maré forte que é a vida, tive a maior das sortes de te apanhar na mesma onda... hoje, e enquanto as nossas ténues vidas durarem, és meu irmão!

Sunday, December 05, 2004

o principio...

... este titulo recorda-me sempre o Dune do lynch!
Aquela frase marcou a minha infancia... havia um programa, há uns 200 anos atrás, na comercial sobre cinema que começava assim... ficava sempre atento para ouvir aquela voz doce da Virginia Madsen que me coloria as noites de domingo.
Isto leva à 1ª grande verdade deste blog, já nessa altura tinha uma libido activa (uma forma suave de me auto-intitular pervertido).
Bem, qualquer comentario de repulsa e/ou odio confesso às minhas elações deverão ser enviadas a http://parricidio.blogspot.com, foi ela quem me envolveu neste desejo de martirizar o mundo sem ter necessidade de sair do aconchego do meu lar.
Novas tecnologias... depois da roda tudo mudou!!!
Espero que me proponham temas para desenvolver, já que por vezes me faltam as ideias (2ª grande verdade, eu fumo cannabis). Aqui vos deixo com um breve resumo da minha personalidade. Imagino o que vos corre no pensamento: "boa, mais um drogado / pervertido, já não faltava o carlos cruz."
NÃOOOOOOOO, meus senhores, o C. X (carlos cruz) era só pervertido mesmo. Sou mais complexoooo!! Vão ver as influências deste comentário nos media: "p. seu donymu põe em causa segredo de justiça", depois do santo sudário, p. seu donymu revela-nos mais sobre o caso casapiano", e por aí adiante!

Ou então não!